Notícias

Cartão pré-pago facilita acesso a crédito

Diário de São Paulo

 

Embora o dinheiro físico ainda seja o meio de pagamento mais usado no país – pesquisa da Nielsen feita no ano passado aponta que 66% dos brasileiros preferem essa opção –, o uso de cartões de débito e crédito tem crescido. Basta ver que hoje até vendedor ambulante aceita o dinheiro de plástico.

Se antes apenas quem tinha conta em banco conseguia ter acesso aos cartões, atualmente essa modalidade de crédito já está disponível para qualquer pessoa. Pelo menos quatro empresas, entre bancos e administradoras, oferecem o cartão pré-pago até para quem não é correntista de alguma instituição financeira ou tem restrições no nome. Eles funcionam como um cartão de débito. O cliente coloca crédito, por meio de boleto bancário, e usa no dia a dia. É parecido com o sistema do celular pré-pago.

“É um produto vantajoso porque ajuda o consumidor a controlar os gastos. E é seguro, pois faz com que as pessoas não andem com dinheiro na carteira”, explica o economista Roberto Troster.

Miguel de Oliveira, diretor da área econômica da Anefac (Associação dos Executivos de Finanças), concorda. “É uma modalidade nova no Brasil que está crescendo. No começo, o objetivo era ser um cartão para os jovens receberem mesada e agora é voltado também para quem tem restrição de crédito ou não é regrado com as despesas do dia a dia”, diz Miguel. “Quem não pode ter conta em banco tem a opção de usar o pré-pago”, exemplifica.

O uso dos cartões não é tarifado, mas há cobrança de taxa de recarga. Alguns cobram, ainda, uma mensalidade. A maioria deles tem a opção de saque, também tarifada.

 Nem todos, porém, podem ser usados para compras na internet. O Banco do Brasil e o Mundo Livre ainda estão implementando essa opção, que deve funcionar em breve. Como funcionam como cartão de débito, também não é possível parcelar as compras com o pré-pago. Todos os gastos são feitos à vista e debitados diretamente do crédito.

De acordo com uma pesquisa da Abecs (associação das empresas de cartões) em parceria com o Datafolha, feita em setembro do ano passado, 19% da população têm interesse nessa modalidade de cartão. Entre os jovens de 18 a 24 anos, esse interesse aumenta para 24%.

Modalidade evoluiu nos últimos anos

Quando foram lançados, na década passada, os cartões pré-pagos eram usados apenas para viagens internacionais.

Em seguida, os bancos perceberam que o pré-pago era uma boa opção para os pais controlarem os gastos dos filhos. Em outubro de 2011, o Banco do Brasil lançou o Ourocard Pré-Pago Visa, um dos primeiros voltados aos consumidores adultos.

Público alvo é o de baixa renda

Também em 2011, a Agillitas, empresa do Grupo Rendimento, lançou o cartão Mundo Livre.

“O produto é voltado para a população de baixa renda, que não tem conta-corrente”, afirma Tatiana Ziegler, gerente-geral da Agillitas. “O mercado tem crescido. Esses cartões são menos burocráticos e auxiliam o cliente a controlar os gastos.”

Mastercard e Visa aderem à novidade

No mês passado, a Acesso, empresa especializada na emissão e gerenciamento de cartões, lançou o AcessoCard, que pode ser usado em qualquer tipo de estabelecimento comercial e na internet. Como o cartão tem a bandeira MasterCard, é aceito em mais de 1,8 milhão de pontos de venda.

Topo
POS
TEF Fácil
Fale Conosco

home | empresa | pos | tef fácil | serviços | suporte | divulgação | notícias | fale conosco | contato
Rua São Tomé, 119 - 7°andar - Vila Olimpia
Fone: +55 11 2175 9500 - +55 11 4550 1450


skytef.skype

SkyTef - Todos os direitos reservados