Notícias

Skytef ganha mercado mesmo com Cielo e Redecard

Executivos Financeiros

 
 
Empresa é focada em private label
 
Em um mercado muito diferente das tão conhecidas redes Cielo e Redecard, a Skytef é uma empresa que oferece POS e suas aplicações para o mercado de private label (cartão emitido por determinada empresa e, normalmente, utilizado somente em seus estabelecimentos). A empresa que, hoje, atua em 1.200 clientes emissores de cartões, oferece, além do POS e da aplicação, parceiros que podem realizar o sistema de gestão de cartões.
 
Hoje, são aproximadamente 25 companhias regionais que fornecem o sistema de gestão para todo o Brasil. “O sistema de gestão de cartão é muito maior do que o aplicativo do POS, ele requer toda uma complexidade. É como um ERP de cartão. Então a gente não ia se meter no ERP, porque cada empresa quer uma customização diferente e tem muita gente nesse mercado”, explica José Roberto Boldin, sócio administrador da Skytef.
Contrariando as expectativas de mercado, a empresa que fornece os POS da VeriFone, esteve em franco crescimento mesmo com a abertura da Cielo e Redecard. “Nós tínhamos uma visão de que a Cielo e Redecard iriam oferecer a captura de transição para todos esses pequenos emissores, então a gente projetava que no próximo ano nós não iriamos vender nada de POS”, afirma Boldin. Mas, para a surpresa dos sócios, de 2010 para 2011 foi 84% de crescimento e, de 2011 para 2012, 90%.
 
O executivo atribui este aumento ao quesito de customização. Apesar de o emissor menor enxergar as grandes empresas como uma rede de captura de transação muito maior que a dele, dando mais abrangência com um custo menor. Apesar disso, as soluções possuem um padrão, e o que diferencia esses emissores é ajustar uma solução para determinado cliente e, com a rede padronizada, isso demora muito para acontecer.
 
“Você quer mudar o aplicativo e colocar uma nova funcionalidade ou fazer uma promoção relâmpago de sorteio de compra durante o dia. Você não tem essa disponibilidade em uma rede padronizada, então eu entendo que não houve essa migração dos clientes em função dessa flexibilidade menor nas redes com muito padrão”, afirma o executivo.
 
Atualmente, a empresa vende os POS e, neste valor, está incluído o aplicativo. Só são cobrados valores a mais caso o cliente peça, depois, modificações neste aplicativo. Já a parte de locação é muito pontual, pois se o cliente não pagar a empresa, não há como ela “pegar” este dinheiro, já que não é a própria Skytef que repassa os valores ganhados pelo varejista.
 
Além disso, a empresa oferece serviços de TEF (transferência eletrônica de fundos). “Quando você vai em uma loja grande, que tem automação comercial, normalmente você usa TEF. Quando você vai em um restaurante, normalmente você usa POS, porque não faz sentido a pessoa levantar para pagar no caixa”, afirma Boldin.
 
Hoje, o faturamento da empresa é dividido em, aproximadamente, 60% do mercado de POS e 40% de TEF.
 
Topo
POS
TEF Fácil
Fale Conosco

home | empresa | pos | tef f├ícil | serviços | suporte | divulgação | notícias | fale conosco | contato
Rua São Tomé, 119 - 7°andar - Vila Olimpia
Fone: +55 11 2175 9500 - +55 11 4550 1450


skytef.skype

SkyTef - Todos os direitos reservados